Destaques

RN tem a menor letalidade por covid desde 2020; vacinação é a principal causa

TSE define tempo de propaganda eleitoral dos partidos

Lula defende união com Alckmin e diz que PSDB de Doria não é o de FHC e Serra

O ex-presidente Lula (PT) defendeu nesta quarta-feira (19) a união com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido) em torno de sua candidatura —sendo vice em sua chapa, ou não.

O petista afirmou ainda que o PSDB de João Doria não é o mesmo do que o que abrigou figuras importantes da sigla, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o senador José Serra e o ex-governador Mario Covas.

“Da minha parte não existe nenhum problema de fazer aliança com Alckmin e ter ele de vice. Nós vamos construir um programa de interesse para a sociedade brasileira. Não abro mão de que a prioridade é o povo brasileiro. Espero que o Alckmin esteja junto, sendo vice ou não sendo vice, porque me parece que ele se definiu em fazer uma oposição não apenas ao Bolsonaro, mas ao ‘dorismo’ aqui em São Paulo”, afirmou Lula em encontro com jornalistas.

“É importante lembrar que o PSDB do Doria não é o PSDB social-democrata do Mario Covas, do Fernando Henrique Cardoso e do José Serra criado no período da Constituinte, no tempo do Franco Montoro”, seguiu o petista.

O ex-presidente insistiu que, apesar de divergências com Alckmin, elas não impedem uma possível aliança. “Temos divergências? Temos. Por isso pertencemos a partidos diferentes. Temos visões de mundo diferentes? Temos. Mas isso não impede, se for necessário, construir a possibilidade de colocar as divergências em um lado e as convergências em outro. Não terei nenhum problema em fazer chapa com Alckmin para ganhar as eleições”, continuou.

Participaram do encontro, que teve transmissão pelas redes sociais, jornalistas dos sites Brasil 247, Revista Fórum, DCM, Jornal GGN, Blog da Cidadania, Tutaméia, Jornalistas Livres e Rede Brasil Atual.

Como a Folha mostrou nesta semana, aliados do ex-presidente Lula e do ex-governador Geraldo Alckmin avaliam que a construção da chapa conjunta está pavimentada e que a união demonstrou resistir a desafios de ordem programática e partidária.

A leitura de quem acompanha as conversas entre Lula e Alckmin é a de que ambos querem fazer a chapa acontecer e, para isso, estão dispostos a superar diferenças —a união pode ser anunciada em fevereiro.

“Vocês perceberam que só eu e o Alckmin não estamos falando sobre o assunto. Todo santo dia alguém fala sobre isso, mas você não vê uma fala minha ou dele sobre isso. Por uma razão simples: o Alckmin saiu do PSDB e não definiu para qual partido vai. E eu não defini minha candidatura. Então não pode ter candidato nem vice”, afirmou Lula, que lidera a corrida eleitoral.

“Precisamos construir uma força política capaz de dar sustentação às mudanças que precisamos fazer. Tenho certeza que qualquer pessoa que vier a ser vice vai contribuir para que a gente faça isso. Não vou escolher um vice para ele ser contra.”

​O petista disse ainda que tem “conversado muito” com o PSD, de Gilberto Kassab. “É bem possível que a gente possa construir alguma coisa junto. Também com o Paulinho [da Força], do Solidariedade”, continuou o petista.

Lula também citou questões que têm sido colocadas como entraves na viabilização de uma possível federação com o PSB e afirmou que o PT mantém íntegra sua afinidade com o partido. Disse ainda que possíveis candidaturas ao governo do estado de Humberto Costa, em Pernambuco, e Fabiano Contarato, no Espírito Santo, dependem do andamento das conversas com a sigla.

“Se o PSB definir a candidatura, o Humberto Costa está fora. Nós não temos candidaturas no Espírito Santo. Quando Contarato quis entrar no PT para ser candidato, foi dito a ele que estávamos fazendo conversas com o PSB. Se ele vai ser ou não candidato, vai depender da relação com o PSB. Se a gente estiver reunido direitinho com o PSB, ele não será candidato”, reiterou.

Ele também defendeu a candidatura do deputado Marcelo Freixo (PSB) ao governo do Rio de Janeiro e celebrou o cenário em São Paulo, com Fernando Haddad. “O PSB diz que tem o Márcio França. Em algum momento se faz uma avaliação para ver quem tem mais chances. Se for o Márcio França, vamos discutir com ele. Mas eu acho, com toda modéstia, que o PT nunca esteve tão próximo de ganhar o governo do estado, como está agora.”

Já no Rio Grande do Sul, Lula disse que é possível fazer uma pesquisa com os candidatos do PT e do PSB para identificar qual deles tem mais possibilidade de vencer as eleições e indicar para concorrer ao cargo. “O PT não está fechado com as suas candidaturas. O PT tem interesse que o PSB tenha direitos. Precisa apenas a gente afinar a viola.”

Também na conversa com os jornalistas, o ex-presidente afirmou que a desigualdade social deve ser colocada como prioridade do governo federal, e não o teto de gastos. O petista disse ainda que é preciso colocar em segundo plano o “compromisso fiscalista” do governo de Jair Bolsonaro (PL).

Ele também afirmou que para solucionar problemas no país é preciso, em primeiro lugar, “colocar o pobre no orçamento e, em segundo lugar, colocar o rico no Imposto de Renda”.

Lula disse ainda que a decisão de concorrer à Presidência só tem sentido se “tiver um compromisso de fé”. “Não posso querer ser presidente para resolver o problema do sistema financeiro, o problema dos empresários, o problema daqueles que ficaram mais ricos na pandemia. Só tem uma razão de eu ser candidato a presidente da República: é para tentar provar que esse povo pode voltar a ser feliz”, disse.

O ex-presidente também voltou a declarar que os resultados das eleições deverão ser respeitados por todos, em recado ao presidente Jair Bolsonaro (PL). “Não quero ser um candidato do PT, o PT é o meu partido, mas quero ser de um movimento que esteja disposto a resgatar a dignidade do nosso povo e o direito de ele ser feliz. Esse movimento que vai restabelecer a democracia e que vai dar um golpe de urna no Bolsonaro. Essa história de que não vai aceitar, vai ter Capitólio… Ele pode até sair pelas portas dos fundos, mas quem ganhar vai tomar posse e vai presidir esse país”, disse Lula.

Ele também atacou o ex-ministro Sergio Moro (Podemos). “Em vida, consegui desmontar o canalha que foi o Moro no julgamento dos meus processos, o [Deltan] Dallagnol, as fake news. Consegui provar que a quadrilha eram eles”, disse.

Folhapress

Postado em 24 de janeiro de 2022

Sem ganhadores, Mega Sena acumula

Ninguém acertou os seis números do concurso 2446 da Mega Sena, sorteados neste sábado (22). Com isso, o prêmio ficou acumulado em R$ 21,96 milhões, e a previsão da Caixa é de que o próximo concurso, dia 25, pague R$ 28,5 milhões.

Os números sorteados foram 1; 13; 27; 41; 51; 58. De acordo com a Caixa, 74 apostas acertaram cinco dos seis números sorteados. O prêmio a cada um deles ficou em R$ 41,3 mil. Já recebeu como 4.344 apostas que acertaram quatro números recebidos de R$ 1.005.

A arrecadação total do concurso ficou em pouco mais de R$ 53 milhões – dinheiro que têm, como destino, além do pagamento do prêmio bruto (43,35%), a segurança social (17,32%); (como o da Cultura, o Penitenciário Nacional e o de Segurança Pública), comitês diversos fundos, confederações e clubes esportivos.

As apostas para o próximo concurso podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do próximo sorteio (25), em qualquer loteérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal. Uma aposta simples, com seis custos, custa R$ 4,50.

Postado em 24 de janeiro de 2022

103 casos confirmados de covid-19 entre detentos são registrados no RN

A Secretaria Estadual da Administração Penitenciária (Seap) confirmou, neste sábado (22), 103 casos de covid-19 entre os internos de nove unidades prisionais do RN. O número de casos suspeitos é maior, já que os presos das celas onde foram detectadas as infecções também foram isolados para observação. Neste domingo (23), a Seap suspendeu as visitas presenciais na Penitenciária Estadual do Seridó, em Caicó, o décimo estabelecimento a adotar o isolamento no Rio Grande do Norte.

A maioria dos internos, segundo dados recebidos pelas equipes de saúde, apresentam tosse, dores pelo corpo, dor de cabeça e garganta irritada, mas não relataram perda de olfato ou paladar. Alguns reclamaram de leve cansaço. O quadro de saúde em geral é estável. A Seap determinou que os presos enfermos recebam alimentação dobrada.

Os detentos comprovadamente com a covid-19 estão em celas isoladas das demais para evitar a disseminação da doença. Segundo a Seap, “a suspensão de visitas, no momento epidemiológico atual com a propagação da Ômicron e H3N2, visa garantir a segurança dos servidores, dos privados de liberdade e de seus familiares”.

Tribuna do Norte

Postado em 24 de janeiro de 2022

Barroso nega que TSE exigirá dos eleitores a apresentação de passaporte da vacina

Foto: Antônio Augusto/Ascom/TSE

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, se manifestou nesta quinta-feira, 20, a respeito de notícias falsas que circulam nas redes sociais sobre a exigência de apresentação do chamado “passaporte da vacina” por parte dos eleitores para que seja possível votar no pleito deste ano. Em nota, o ministro disse que o boato “simplesmente não tem qualquer fundamento”.

No texto divulgado pelo TSE, Barroso explica que o colegiado ainda não se reuniu para definir o protocolo sanitário que será adotado nas eleições deste ano. O presidente da Corte eleitoral enfatiza que, “na ocasião própria, com a consultoria de especialistas, como foi feito em 2020, serão tomadas as medidas sanitárias que vierem a ser recomendadas”.

Na eleição municipal de 2020, a primeira realizada em meio à pandemia, o plano de segurança sanitário só foi divulgado em setembro, quando faltavam cerca de dois meses para o dia da votação. O TSE finaliza a nota divulgada hoje com a mensagem de que, assim que for estabelecido o procedimento para as eleições deste ano, as informações serão amplamente divulgadas.

“Nas últimas eleições, para conter a disseminação da Covid 19, o TSE ouviu diversos médicos, cientistas e autoridades em saúde antes de adotar o protocolo para que os cidadãos pudessem exercer o direito ao voto e escolher prefeitos e vereadores nos 5.567 municípios brasileiros”, afirmou o TSE. “Portanto, qualquer decisão para as eleições deste ano seguirá o mesmo roteiro com o devido embasamento científico e seguindo recomendações feitas por especialistas”.

Estadão Conteúdo

Postado em 21 de janeiro de 2022

Auxílio Brasil deve injetar, no mínimo, R$ 84 bilhões na economia, aponta estudo da CNC

Estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) analisa que o programa Auxílio Brasil deverá injetar na economia, ao longo deste ano, pelo menos R$ 84 bilhões, dos quais 70,43%, ou o equivalente a R$ 59,16 bilhões, deverão se transformar em consumo imediato, enquanto 25,74% (R$ 21,62 bilhões) se destinarão para quitação ou abatimento de dívidas e 3,83%, ou R$ 3,21 bilhões, serão poupados para consumo futuro. O estudo foi divulgado na quarta-feira (19)

O programa Auxílio Brasil substituiu o Bolsa Família, extinto no ano passado, e teve suas primeiras parcelas mensais pagas aos beneficiários em 2022 a partir de terça (18).

O economista da CNC, Fabio Bentes, explicou que o valor de R$ 84 bilhões foi apurado tomando por base o benefício mínimo de R$ 400. “Como a gente não sabe quanto cada brasileiro vai receber, porque depende de outras variáveis, a gente fez a conta por baixo. Como o benefício mínimo é de R$ 400 pago a 17,5 milhões de famílias, durante 12 meses, isso perfaz R$ 84 bilhões”. Esse será o valor que o programa vai disponibilizar, no mínimo, em 2022. Entretanto, como o benefício é variável, a estimativa pode ser ainda mais otimista: R$ 89,9 bilhões.

A estimativa da CNC é que 70% desse montante se destinará ao consumo imediato, mas não ao consumismo, até porque os elegíveis do antigo Bolsa Família estão na pobreza extrema ou na pobreza, afirmou Bentes. “Há necessidades de curtíssimo prazo, por conta da pandemia e da letargia da economia, e as famílias vão ter que fazer frente a esses gastos com alimentação, com medicamentos, serviços do dia a dia, transportes”, indicou.

Do total de R$ 59 bilhões que deverão ir para o consumo imediato, a CNC estimou que pela estrutura de gastos do brasileiro, cerca de 47% são consumo no comércio e no setor de serviços. “A gente estima que R$ 28 bilhões devem chegar ao comércio”. Isso significa um impulso de 1% a 1,5% no faturamento anual do varejo nacional.

Bentes advertiu, entretanto, que isso não vai salvar as vendas do comércio em 2022. “Mas pode ajudar o comércio a ter um ano menos amargo no momento em que a expectativa para a economia, este ano, tem sido corrigida para baixo. A expectativa é que a economia cresça 0,3% este ano. Então, ajuda no sentido de disponibilizar um pouco mais de recursos para consumo, o que acaba aliviando um pouco mais o ano difícil que o comércio vai ter pela frente”.

Endividamento

Diante do grau de endividamento da população, o percentual de recursos destinado ao pagamento de dívidas tende a ser relativamente alto dessa vez. Segundo dados do Banco Central (BC), 30,3% da renda média dos brasileiros estavam comprometidos com dívidas no terceiro trimestre do ano passado, maior patamar da série histórica iniciada em 2005. “Mas a gente sabe que, por conta da inflação, dos juros mais altos, o comprometimento da renda seguramente deve aumentar um pouco, pelo menos nessa primeira metade de 2022”.

Diário do Poder com informações de Agência Brasil

Postado em 21 de janeiro de 2022

Justiça italiana pedirá inclusão de Robinho em lista vermelha da Interpol

Foto: Getty Images

Condenados em última instância por violência sexual de grupo a uma mulher, Robinho e seu amigo Ricardo Falco terão seus nomes incluídos na lista vermelha da Interpol a pedido da Justiça italiana. A confirmação foi feita por um porta-voz do Ministério da Justiça da Itália, em entrevista ao UOL Esporte.

“A praxe é essa: a Procuradoria Geral de Milão espera a publicação da sentença para emitir a ordem de execução de pena. Em seguida, pede ao Ministério da Justiça que difunda a procura dos condenados inserindo seus nomes na lista vermelha da Interpol. Deste momento em diante, eles passam a ser procurados em todo o mundo”, explica Stefano Opilio, diretor-geral de relações internacionais e cooperação judiciária do Ministério da Justiça italiano.

Este processo todo deve levar cerca de um mês. Por isso, segundo Opilio, ninguém sabe com certeza quando Robinho e Ricardo Falco serão incluídos na lista vermelha da Interpol, afinal a bola ainda está com a procuradoria.

O departamento de Opilio é justamente o responsável pelo pedido de captura internacional. Ele explica que este pedido de captura equivale a um pedido de prisão preventiva. O passo seguinte é a polícia brasileira localizar os condenados, e a esta altura pode acontecer duas coisas: Robinho e Falco serem localizados e presos no Brasil ou somente localizados, sem serem detidos.

Seja como for, uma vez que a dupla for localizada, a Itália enviará o pedido de extradição assinado pela ministra da justiça italiana, Marta Cartabia. O documento chegará ao Brasil acompanhado de toda a documentação do caso traduzida para o português. “Caso a extradição seja negada, vamos pedir a execução da pena no Brasil”, completa Stefano Opilio.

UOL

Postado em 21 de janeiro de 2022

Midway só com passaporte vacinal

Foto: Magnus Nascimento

O shopping Midway Mall passará a exigir o passaporte vacinal a partir desta sexta-feira (21) para acesso ao estabelecimento, em cumprimento à nova determinação do governo estadual.

Além do passaporte, também será necessário apresentar um documento com foto, ou crachá. Segundo informou o Midway Mall a exigência também é válida para funcionários.

VEJA MAIS: PASSAPORTE VACINAL: Saiba como obter o Certificado de Vacinação pelo Conecte SUS ou RN + Vacina

O shopping também informou que as lojas com acessos ao estacionamento deverão mantê-los fechados.

Só terá acesso ao shopping quem estiver com as vacinas contra a Covid-19 em dia, de acordo com a tabela demonstrativa abaixo:

BG

Postado em 21 de janeiro de 2022

Bolsonaro diz que negocia PEC com Congresso para reduzir PIS-Cofins dos combustíveis

Foto: reprodução/YouTube

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que negocia com o Congresso Nacional uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que poderia reduzir o PIS-Cofins que incide sobre os combustíveis.

“Já que a imprensa aí divulgou, a gente divulga corretamente. Temos uma proposta de emenda à Constituição que já está sendo negociada com a Câmara e com o Senado para que nós aqui diminuímos –ou melhor, podemos ter a possibilidade de praticamente zerarmos aí os impostos dos combustíveis, o PIS-Cofins”, disse.

“É uma possibilidade de se conseguir isso aí para dar um alívio”, emendou ele, em sua tradicional live de quinta-feira.

Na véspera, em entrevista ao programa Pingo nos Is, da Jovem Pan, Bolsonaro havia dito que iria apresentar na volta do recesso do Congresso, no início do próximo mês, uma proposta com o objetivo de reduzir o preço dos combustíveis, destacando que a iniciativa já estaria praticamente pronta.

“Reconheço a inflação de alimentos, reconheço a alta do combustível, falo de um porquê. Fora do ar aqui falava-se de uma proposta que poderíamos enviar ao Congresso que mexe com combustível, sim, existe essa proposta, não quero entrar em detalhe, vai ser apresentada no início do ano”, disse ele, em um dos momentos.

Em meio à alta do preço dos combustíveis, no ano passado, o governo enviou ao Congresso uma proposta para alterar a forma de tributação do ICMS, imposto estadual, que incide sobre o insumo.

A proposta chegou a ser aprovada, com modificações, pela Câmara dos Deputados, mas emperrou no Senado após reclamações de governadores receosos de perder receita.

Bolsonaro tem dito que o ICMS é o grande vilão para o alto preço dos combustíveis. O ICMS é um dos componentes do preço final dos combustíveis no Brasil. A Petrobras segue uma regra que leva em conta a variação do câmbio e dos preços internacionais do petróleo na formação dos preços no país.

Postado em 21 de janeiro de 2022

PARABÉNS PELA ATITUDE DO DR.TADEU PREFEITO DE CAICÓ RN :Prefeitura de Caicó decide cancelar carnaval público e privado

Foto: reprodução/Portal Carnaval Caicó

A prefeitura de Caicó anunciou nesta quinta-feira (21) o cancelamento do Carnaval público e privado na cidade em 2022. Na quarta-feira (20), o Carnaval de Rua já havia sido cancelado, mas em relação aos eventos privados a questão seguia indefinida até o anúncio feito hoje.

Veja a íntegra da nota abaixo:

NOTA À POPULAÇAO DE CAICÓ

A Prefeitura Municipal de Caicó comunica que, após reunião com o Comitê Regional de Enfrentamento a COVID19 e o aumento substancial dos casos positivos em nossa cidade, além dos atendimentos para Sindromes Respiratórias Graves nas últimas 24hs, é prudente o CANCELAMENTO do CARNAVAL 2022, público e privado, na cidade de Caicó.

A atual gestão trabalha com o diálogo e sabe que é inegável a importância cultural e econômica do Carnaval para Caicó, mas prioriza, acima de tudo, a vida e o bem estar do seu povo, razão maior do nosso trabalho.

Friso, que sempre estivemos atentos aos dados epidemiológicos, orientações técnicas e a voz de nossa gente, motivo pelo qual comunicamos que nossos esforços é investir os parcos recursos públicos no cuidado com a população, aproveitando, no ensejo, para anunciar a ampliação do Centro de Atendimento para Sindromes Respiratórias que, a partir de segunda-feira (24/01), passará a funcionar no Ginásio da Ilha de Sant’Ana, com equipe dobrada de segunda a sexta-feira, funcionando de 7hs ás 19hs.

Judas Tadeu Alves dos Santos PREFEITO MUNICIPAL

Evaneide Nóbrega da Silva
SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE

João Braz
PROCURADOR DO MUNICÍPIO DE CAICÓ

Postado em 21 de janeiro de 2022

Elza Soares morre aos 91 anos

Elza Soares morreu aos 91 anos nesta quinta-feira (20), no Rio de Janeiro. “É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15 horas e 45 minutos em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais”, diz o comunicado enviado pela assessoria da cantora.

“Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação.”

“A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo. Feita a vontade de Elza Soares, ela cantou até o fim.”

Pedro Loureiro, empresário de Elza, disse ao g1 que a cantora estava bem e tinha gravado um DVD dois dias antes. Ela acordou e fez fisioterapia. Estava com a respiração ofegante, mas garantiu a todos que estava bem. Mas foi ficando mais ofegante e disse aos familiares: “Eu acho que eu vou morrer”.

A declaração acendeu o alerta: os familiares foram checar sua pressão e oxigenação, e notaram uma pequena alteração. Pedro e os familiares chamaram o médico de Elza, que enviou uma ambulância para o local por precaução, mas 40 minutos depois, Elza foi mudando o semblante, até que apagou.

“Foi uma morte tranquila, sem traumas, sem motivo. Morreu de causas naturais. Esse, aliás, era um grande medo dela: ter uma morte sofrida, por doença. Hoje, ela simplesmente desligou”, conta Pedro.

g1

Postado em 20 de janeiro de 2022