Destaques

RN tem a menor letalidade por covid desde 2020; vacinação é a principal causa

TSE define tempo de propaganda eleitoral dos partidos

RN teve maior número de solicitações de leitos covid desde 16 de julho

A pandemia da covid-19 e circulação da variante ômicron tem ampliado o número de solicitações por leitos covid na rede pública do Rio Grande do Norte. De acordo com dados do portal Regula RN, a terça-feira (18) teve 55 solicitações por leitos covid, maior número desde o dia 16 de julho de 2021.

O número ainda está longe do que registrado no pico da pandemia, em maio do ano passado, quando chegaram a ocorrer 156 solicitações por leitos covid na rede pública em um dia. O grande número de contaminações refletiu também na ocupação de leitos destinados à doença.

Pelos dados das 12h30 do Regula RN, havia 123 leitos críticos públicos em funcionamento no Rio Grande do Norte. Desses, 62 estavam ocupados com pacientes acometidos pela covid, enquanto outros 24 estavam com pacientes que apresentavam outras doenças. A ocupação média no Rio Grande do Norte era de 52%.

Outro dado que saiu no início da tarde foi sobre o aumento de casos de Covid-19 no Estado. Segundo o recente boletim da Sesap, 1.307 novos casos foram notificados nas últimas 24 horas. Também foram confirmados dois óbitos pela doença: um em Marcelino Vieira e outro em Mossoró.

Desde o início do ano, foram registradas 39 mortes de pacientes que estavam internados em leitos críticos e clínicos públicos no Rio Grande do Norte. Desses, 13 morreram entre o domingo (16) e a terça-feira (18).

Tribuna do Norte

Postado em 20 de janeiro de 2022

Arrecadação do Estado cresceu 18% e somou R$ 7,3 bilhões em 2021

A arrecadação de impostos no Rio Grande do Norte encerrou 2021 com R$ 7,3 bilhões em recursos. O volume representa alta de 18% em comparação com o ano de 2020, que foi encerrado com R$ 6,2 bilhões, segundo dados da Secretaria Estadual de Tributação (SET). O resultado reflete o aumento das operações das atividades econômicas potiguares, que tiveram, ao longo do ano passado, uma média de 1 milhão de notas fiscais emitidas por dia.

De acordo com a SET, o Rio Grande do Norte fechou o ano de 2021 com sete meses com emissões diárias acima de 1 milhão de notas fiscais. O mês com maior número de notas foi dezembro, com 1,174 milhão de documentos emitidos.

Apesar do bom resultado anual na arrecadação de impostos, o mês de dezembro terminou 5% abaixo do resultado para o mesmo período de 2020. No último ano de 2021, a arrecadação foi de R$ 658 milhões, contra os R$ 690 do ano anterior.

A principal fonte de arrecação potiguar é o Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços (ICMS).

Tribuna do Norte

Postado em 20 de janeiro de 2022

Concurso para Perito Criminal do ITEP/RN: Justiça atende a pedidos de associação mas nega exclusão do cargo

A Sexta Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal/RN julgou parcialmente procedentes pedidos formulados pela Associação Brasileira de Criminalística – ABC em Ação Civil Pública ajuizada contra o Estado do Rio Grande do Norte, referente ao Concurso Público para provimento de vagas nos cargos de Perito Criminal – Área Geral e Específica.

O Juiz destacou que, dos quatro pedidos formulados pela associação, dois foram aceitos pelo ITEP/RN, de forma espontânea, ao modificar as exigências do cargo de Perito Criminal – Área Geral, através da Quarto Termo de Retificação do Edital de Abertura do Concurso Público nº 001/2021 e ao oferecer, nos autos do processo, a justificativa pretendida pelo promovente, relacionando as formações com a área-fim e o tipo de exame a ser realizado por cada especialidade. Diante da ausência de resistência, homologou o reconhecimento da procedência desses pedidos.

Os pedidos de exclusão do cargo de Perito Criminal – Área Geral do Edital e o referente à redistribuição das vagas para outros cargos de Perito Criminal foram negados. Segundo o magistrado, nos estudos para elaboração do edital, são feitas análises da quantidade de demandas para cada especialidade para que não se tenha, por exemplo, dezenas de peritos em especialidade com pouca necessidade de exame pericial. Esse planejamento e organização da distribuição de vagas se trata de matéria interna corporis do ITEP, de modo que não cabe ao Poder Judiciário intervir, de forma indevida, nessa matéria.

Postado em 20 de janeiro de 2022

ATUALIZAÇÃO DO BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DA PREFEITURA DE CURRAIS NOVOS

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, confirma na noite desta quarta-feira (19), mais 158 novos casos de Covid19 e 64 pacientesde alta, registrados no dia 18/01, totalizando 6965 casos do Coronavírus no município de Currais Novos.

A SEMSA, por meio da Vigilância Epidemiológica, pede a toda a população precaução. Que continuemos alertas com todos os cuidados já conhecidos como o uso de máscara e a higiene pessoal, evitando se possível, locais com aglomeração.

É muito importante que quem está na faixa etária já contemplada com a vacina, que compareça aos pontos de vacinação para tomar a primeira, a segunda ou a terceira dose, que é a dose de reforço, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde.

A vacinação é a forma mais eficaz de frear a contaminação e o surgimento de novas variantes do coronavírus. Apenas a imunização em massa protege todas as pessoas e diminui o risco de contágio.

Postado em 20 de janeiro de 2022

Município de Caicó cancela Carnaval de rua 2022 em Caicó, mas eventos privados seguem liberados

O Carnaval de rua 2022 em Caicó está cancelado. O anúncio foi feito pelo prefeito da cidade, Dr. Tadeu em live na rede social Instagram, na noite desta quarta-feira (19/01). O prefeito informou que manteve contato com órgãos de Justiça que defendem que o Poder Público não invista na realização do Carnaval.

Tadeu ainda falou sobre a realização do Carnaval privado onde disse que fará o acompanhamento semanal junto ao comitê científico e que o evento acontecerá se ofertar segurança sanitária para a sua realização.

De acordo com o decreto estadual os eventos privados estão permitidos em vários municípios potiguares, situação semelhante que acontece em outros estados. O passaporte da vacina deverá ser obrigatório para festas de qualquer porte, e o uso de máscaras continuará obrigatório”.

Nós faremos um acompanhamento semanal junto ao comitê ciêntifico e se o evento privado ofertar segurança sanitária acontecerá com protocolos rígidos. Já o de rua, só poderemos realizar em 2023″, pontuou.

Postado em 20 de janeiro de 2022

Rio Grande do Norte tem mais de 368 mil pessoas com título de eleitor cancelado

O Rio Grande do Norte tem atualmente 368.512 pessoas com o título de eleitor cancelado e 17.994 com o documento suspenso. Os números foram divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) nesta quarta-feira (19).

A orientação do órgão é para que essas pessoas regularizem a situação junto à Justiça Eleitoral até o dia 4 de maio para poderem votar nas Eleições 2022 – para presidente e vice-presidente da República, governadores, deputados e senadores.

“Com o título cancelado, além de não votar nas Eleições 2022, o cidadão não pode tomar posse em concurso público, obter passaporte ou CPF, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial, obter empréstimos em estabelecimentos de crédito mantidos pelo governo, participar de concorrência pública e praticar qualquer ato para qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda”, conta o presidente do TRE-RN, desembargador Gilson Barbosa.

Postado em 20 de janeiro de 2022

No RN, 18 mil pessoas se inscreveram para o concurso do IBGE

O Rio Grande do Norte já tem 18.776 pessoas inscritas para o concurso do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O prazo final para se inscrever termina nesta sexta-feira (21) às 16h e podem ser feitas no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o pagamento pode ser efetuado até 16 de fevereiro.

Os cargos são para Recenseador, Agente Censitário Municipal e Agente Censitário Supervisor do Censo 2022. Serão 3.403 vagas, distribuídas por todos os municípios do Rio Grande do Norte, somente nas seleções abertas mês passado. Para a função de recenseador (a), serão 2.931 vagas no Rio Grande do Norte. Quanto maior a população do município, maior o número de vagas, como nos exemplos: Natal tem 750 vagas para recenseador (a); Mossoró, 252 vagas; Parnamirim, 233 vagas; São Gonçalo do Amarante, 92 vagas; Macaíba, 70 vagas; Tibau, 3 vagas; Grossos, 8 vagas; Areia Branca, 22 vagas; Serra Negra do Norte, 7; Tibau do Sul, 12 vagas; e Canguaretama, 28 vagas.

Postado em 20 de janeiro de 2022

América-RN faz 2 a 0 no Globo FC e embala terceira vitória no estadual

O América-RN conquistou nesta quarta-feira a terceira vitória consecutiva na Arena América. A “vítima” desta vez foi o Globo FC. O triunfo por 2 a 0 deixa o time rubro com a mesma pontuação do arquirrival ABC, que ainda joga no complemento da quarta rodada do Campeonato Potiguar.

O América agora soma nove pontos, na segunda posição do primeiro turno, atrás do ABC no saldo de gols. O próximo compromisso do Alvirrubro é justamente o Clássico Rei, no domingo, no Frasqueirão. O Globo permanece com quatro pontos, momentaneamente na quarta posição, e joga no mesmo dia, contra o Santa Cruz de Natal, no Barretão, em Ceará-Mirim.

Postado em 20 de janeiro de 2022

Potyguar treinou apenas em um período nesta última terça-feira dia 18

Nesta terça-feira (18/01) o Potyguar volta à campo para dar continuidade aos treinamentos que já voltaram ontem a noite , no CJB, Currais Novos/RN. O treino de hoje está previsto para às 18h, também no Cel. José Bezerra ao comando do técnico Higor César. O ” Leão do Seridó”  joga nesta quarta-feira às 20h, diante do Força e Luz de Natal. O jogo terá transmissão da 99FM – Rádio Ouro Branco.

Dispensa

O goleiro Luiz Henrique entrou em acordo com a diretoria do Potyguar e deixou o clube.

Contratações

O técnico Higor falou em entrevista ontem a noite no programa Bate Papo Esportivo da 99FM que pediu ao presidente mais duas contratações para qualificar ainda mais o “Leão do Seridó”, só não especificou as posições.

Mudanças

O técnico Higor César também falou a este repórter que o time poderá ter mudanças em alguns setores para o jogo contra o Força e Luz.

Thiago Potyguar fora do jogo

O meia atacante Thiago Potyguar, peça importante no time do Higor César, fica fora do jogo contra o Força e Luz por cumprir o terceiro cartão amarelo.

Postado em 19 de janeiro de 2022

Presidente do PT/RN crê em reeleição “confortável” de Fátima, defende ampliação de alianças e diz que oligarquias ainda são representativas no RN

Foto: Reprodução

O presidente estadual do PT no Rio Grande do Norte Júnior Souto acredita que a política de alianças adotada pela sigla em 2018 não pode ser a mesma no embate com o bolsonarismo agora em 2022, seja no plano nacional ou estadual.

Ainda que na avaliação dele o cenário político e as pesquisas eleitorais indiquem a derrota de Jair Bolsonaro (PL) e uma reeleição “confortável” de Fátima Bezerra, é preciso ampliar o leque de alianças:

– Não podemos enfrentar o fascismo com a política de alianças que enfrentamos o neoliberalismo. As alianças com a qual disputamos as eleições nos últimos anos não podem ser as mesmas de agora. Tem que haver mais amplitude. E que as diferenças (com novos aliados) sejam pontuadas e acertadas como objeto de uma disputa no futuro”, avalia.

2022 começou com divergências internas do PT potiguar em relação às estratégias eleitorais expostas pela imprensa local. Uma ala defende a composição do partido com siglas e políticos que até há pouco tempo eram adversários. Tudo em nome de um projeto maior: derrotar o bolsonarismo. Já outro grupo acredita que é possível eleger Lula e reeleger Fátima sem a necessidade de ampliar espaços “ressuscitando” hoje os derrotados de ontem, como oligarquias tradicionais.

A discórdia tem nome, sobrenome e está relacionada a uma possível dobradinha de Lula com o ex-tucano Geraldo Alckmin (cada vez mais próximo do PSB) e, em nível estadual, a uma indigesta composição de Fátima com Walter Alves (MDB).

Segundo Júnior Souto, o debate eleitoral ainda não chegou nas instâncias do partido. Até o momento, as costuras sobre alianças estão sendo coordenadas pelo próprio Governo do Estado. Ele acredita que a partir de março os debates internos e as consultas aos filiados ganharão corpo. Indagado se estaria ressentido pelas articulações eleitorais não estarem sendo conduzidas pelo diretório estadual, e sim pelo Governo, Souto disse que não cabe ressentimento e que a dinâmica política é outra:

– O que acontece no plano nacional não é distinto do que acontece aqui. As tratativas conduzidas pelo Lula ainda não chegaram no diretório nacional, que ainda não orientou os diretórios estaduais. Aqui no Estado a dinâmica do Governo é própria porque o ambiente de governança é natural. É preciso reconhecer que as lideranças de Lula e Fatima possibilitam a atração que estabeleceram em seus tempos”, reflete.

Alianças mais amplas e oligarquias representativas

Pelo menos até março, parlamentares e membros do Governo vão emitindo opiniões com repercussão na mídia. A opinião do presidente estadual do PT é de que alianças mais amplas precisarão ser costuradas até para tentar garantir eventuais vitórias de Lula e de Fátima Bezerra ainda no 1º turno:

– Me incluo entre aqueles para quem a Frente de Esquerda e a Frente Ampla não se excluem, desde que haja compreensão de que a disputa vai se dar entre nós e aqueles que venham a ser aliados. Nossa tarefa número zero é criar um ambiente nesse cenário ainda precário de democracia no Brasil. Sinais dos problemas que teremos pela frente”, diz.

Questionado se alianças com oligarquias tradicionais no Rio Grande do Norte, neste momento, não contribuiriam para dar uma sobrevida a políticos derrotados há quatro anos, Júnior Souto acredita que não. E justifica a tese mirando o mesmo cenário em outros estados da região Nordeste:

– O que aconteceu com grupos tradicionais do Nordeste ? Eu desconheço que esses grupos tenham se reorganizado para reocupar o centro da política. Não conheço. Mas temos que reconhecer que esses grupos tem representatividade e as últimas eleições estaduais revelaram isso. Se convém discutir com eles aliança ou não é outro debate. Mas esses grupos, é inegável, são representativos na sociedade. Temos que avaliar com pragmatismo essas possibilidades”, afirmou.

O presidente do PT/RN ainda aguarda pesquisas qualitativas para saber a viabilidade de alianças que estão sendo divulgadas até o momento. Porém, uma coisa é certa: o projeto de reeleição de Fátima está diretamente conectado ao projeto Lula 2022. Sobre a oposição estadual, que ainda não encontrou um representante para disputar o Governo, ele prefere aguardar:

– Todos falavam que o nome mais forte para disputar o Governo seria o do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo, mas é preciso esperar a adesão desse bloco e como seria uma retomada de suas relações políticas com o projeto nacional do bolsonarismo. Não há muita razão pra isso. E o próprio prefeito Álvaro Dias até há pouco deixava em aberto uma aproximação com a governadora. Então é preciso esperar o que vai acontecer a partir de março. Para onde vai o Kassab? O PDT vai manter a candidatura do Ciro com as dificuldades acrescidas pela candidatura de Sérgio Moro? E se o PDT tomar outra posição ? É preciso esperar a janela abrir e fechar para saber o que vai verticalizar e o que não vai verticalizar. Tem a questão das federações também. Então quanto mais qualificado o debate for melhor”, concluiu.

Agência Saiba Mais

Postado em 19 de janeiro de 2022