Destaques

RN tem a menor letalidade por covid desde 2020; vacinação é a principal causa

TSE define tempo de propaganda eleitoral dos partidos

RN tem a menor letalidade por covid desde 2020; vacinação é a principal causa

O mês de janeiro de 2022 registra o menor índice de letalidade por covid-19 desde o início da pandemia. A taxa que já chegou a 3,38% em julho de 2020 está em 0,42%, de acordo com dados do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS/UFRN). Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a taxa representa a proporção de pessoas diagnosticadas com a doença que morrem em decorrência da infecção.

Em outras palavras, das 18.448 pessoas que se infectaram com o coronavírus até 26 de janeiro deste ano, 0,42% faleceram em decorrência da doença, isto é, 77 óbitos. O fenômeno ocorre dentro do que os especialistas chamam de terceira onda, período entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022, quando houve crescimento de 280% no número de casos de um mês para o outro. De acordo com o coordenador do LAIS, Ricardo Valentim, o Estado vive uma fase determinante para o controle da pandemia.

“Isso significa que nós iniciamos o processo de saída da pandemia. Ainda vai demorar um tempo para a OMS declarar isso porque existem países muito pobres, que ainda estão longe. Mesmo assim reduzir a letalidade hoje em relação ao grande número de casos é um indicativo muito positivo. Estamos no início do processo de transição de pandemia para endemia. É muito provável que daqui a um tempo, a pandemia de covid se torne endêmica no Rio Grande do Norte, assim como é a da H1N1, síndromes gripais e a dengue”, diz.

Ainda de acordo com o pesquisador, a vacinação foi o principal fator para o Estado atingir a menor letalidade da covid-19 em quase dois anos de pandemia. Ele acrescenta que a tendência é que a taxa de letalidade continue decrescendo com o aumento da testagem. “São os dois principais fatores: vacinação e aumento da capacidade de testagem. Estamos chegando próximo da letalidade real, que é bem mais baixa. Essa letalidade que temos é feita em cima dos óbitos e dos casos positivos”, explica.

A terceira onda da doença é também a menos letal. Um estudo apresentado pelo Comitê Científico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) apontou que a vacinação reduziu a taxa de letalidade pela covid em 4,7 vezes. O levantamento compara a taxa de 0,67% da terceira onda (de dezembro de 2021 a 21 de janeiro de 2022) com a os índices de 1,8% da segunda onda (de março a julho de 2021) e de 2,9% da primeira onda (entre maio e julho de 2020).

O estudo também diz que, se a terceira onda estivesse ocorrendo nas mesmas condições da primeira (maio a julho de 2020), quando não havia vacina disponível, o número de óbitos chegaria a 638. Além disso, segundo o estudo, caso a terceira onda estivesse ocorrendo nas condições iguais às da segunda (março a julho de 2021), quando a campanha de vacinação estava em velocidade longe da ideal, o total de óbitos seria de 400, ou seja, 267 óbitos a mais do que o contabilizado entre dezembro do ano passado e 21 de janeiro deste ano.

Tribuna do Norte

Postado em 28 de janeiro de 2022

Juiz nega pedido do MP e Defensoria para suspender festas e critica “é como se o Judiciário estivesse sendo o próprio governo”

Foto: Reprodução

O juiz Cícero Martins de Macedo Filho, 4ª Vara da Fazenda Pública, indeferiu o pedido de cancelamento de autorizações à promoção de festas com público acima de 100 pessoas em todo o Rio Grande do Norte. A ação havia sido impetrada pelo Ministério Público Estadual (MPRN) e pela Defensoria Pública do RN. A decisão foi proferida nesta quinta-feira (27).No pedido do MPRN e da Defensoria Pública, argumentava-se para o cancelamento das festas o recrudescimento da pandemia de covid-19 e a recomendação do Comitê Científico do Estado para tal.O magistrado argumentou que o governo estadual adotou a medida de exigência do passaporte vacinal para estabelecimentos comerciais e o avanço da vacinação no Rio Grande do Norte.“O que chama a atenção deste julgador é que, nesse ambiente da pandemia onde em outras partes do mundo se comunicam governos, cientistas, pesquisadores, médicos e tantos outros profissionais, para agir e tomam decisões sobre suas ações, no Brasil é o Judiciário que vem sendo chamado, desde o início da pandemia, e cada vez mais, para agir como se governo fosse. O Brasil é, certamente, o único país do planeta onde as ações governamentais relativas à pandemia estão sendo quase que sistematicamente questionadas na via judicial. É como se o Judiciário estivesse sendo o próprio Governo. Decididamente, o Judiciário não pode ter essa primazia institucional, pois isso afastaria qualquer lógica política e lógica jurídica que estão na alma e no corpo de nossa Carta Política, nosso pacto social” pontuou o magistrado.O juiz disse que o caso não parece haver ilegalidade. “A rigor, o que se pede nesta ação é que o Judiciário edite um ato normativo (que é a decisão judicial), agindo em substituição à atuação governamental, cassando, para ser mais preciso, o juízo administrativo que optou pela liberação da realização de eventos públicos e privados no âmbito do Estado do RN, mediante condições”, escreveu na decisão.Tribuna do Norte

Postado em 28 de janeiro de 2022

Chuvas intensas podem atingir 78 municípios do RN sexta-feira; confira lista

Foto: Heilysmar Lima

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O aviso é válido até esta sexta-feira (28) e engloba as cidades do Oeste, da Central e do Agreste potiguar.

De acordo com o Inmet, pois podem atingir de 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia, além de intensos ventos de até 60 km/h. Além disso, há possibilidade de corte de energia elétrica, queda de árvores, atrasos e descargas elétricas.

A utilização de aparelhos eletrônicos para aparelhos eletrônicos à tomada e que a populaçãobrigue debaixo de árvores. “Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193)”, orienta o instituto.

Além dos municípios do Rio Grande do Norte, o alerta vale para as cidades de Pernambuco, Ceará, Paraíba, Piauí e Bahia.

Veja as cidades do RN em alerta:

Assú
Afonso Bezerra
Água Nova
Alexandria
Almino Afonso
Alto do Rodrigues
Angicos
Antônio Martins
Apodi
Areia Branca
Augusto Severo
Baraúna
Caiçara do Norte
Caraúbas
Carnaubais
Coronel João Pessoa
Doutor Severiano
Encanto
Felipe Guerra
Fernando Pedroza
Florância
Francisco Dantas
Frutuoso Gomes
Galinhos
Governador Dix-Set Rosado
Grossos
Guamaré
Ipanguaçu
Itajá
Itaú
Jandaíra
Janduís
Jardim de Piranhas
João Dias
José da Penha
Jucurutu
Lucrécia
Luís Gomes
Macau
Major Sales
Marcelino Vieira
Martins
Messias Targino
Mossoró
Olho d’Água do Borges
Paraná
Paraú
Patu
Pau dos Ferros
Pedro Avelino
Pendências
Pilões
Portalegre
Porto do Mangue
Rafael Fernandes
Rafael Godeiro
Riacho da Cruz
Riacho de Santana
Rodolfo Fernandes
Santana do Matos
São Bento do Norte
São Fernando
São Francisco do Oeste
São Miguel
São Rafael
Serra do Mel
Serra Negra do Norte
Serrinha dos Pintos
Severiano Melo
Taboleiro Grande
Tenente Ananias
Tibau
Timbaúba dos Batistas
Triunfo Potiguar
Umarizal
Upanema
Venha-Ver
Viçosa

Postado em 28 de janeiro de 2022

DOMINGO TEM FUTEBOL NA SUA 99,5 FM,RÁDIO OURO BRANCO DE CURRAIS NOVOS RN,FIQUE LIGADO NA MELHOR EQUIPE ESPORTIVA DO RÁDIO SERIDOENSE.

Após boa vitória em Mossoró diante do Potiguar, agora o “Leão do Seridó” vai a ASSÚ enfrentar o Camaleão do Vale!!

Será no próximo domingo às 16h, mas uma vez a 99,5FM Rádio Ouro Branco de Currais Novos dará toda cobertura ao nosso Leão do seridó , começando às 15h, com o seu Aguardando o futebol!

Será um jogo importante e na luta pela classificação para o G4. A 99,5 FM e 100,7 Rádio Seridó FM que não deixa o torcedor na mão, mais uma vez dará um show de cobertura com a equipe número um do Seridó. Albani Santos, Cesário Júnior, Lando Maciel, Super Maza e Paloma Santos.

Postado em 27 de janeiro de 2022

Chuvas causam alagamentos em avenidas de Natal; população relata trovões

As chuvas que começaram a cair em Natal durante as primeiras horas desta quinta-feira (27) provocaram alagamentos em diversos pontos da cidade. Os alertas foram emitidos pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU).

De acordo com a pasta, foram registrados alamentos transitáveis em pelo menos três pontos da cidade. Na avenida Nevaldo Rocha, em frente à Semtas, no sentido zona Norte; na avenida Prudente de Morais, em frente ao Corpo de Bombeiros, no sentido zona Sul; e na avenida Deodoro da Fonseca com a rua Potengi.

Segundo monitoramento feito pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), choveu quase 30 milímetros na zona Sul da capital potiguar nas últimas 12 horas.

Trovoada

A chuva intensa das primeiras horas do dia trouxe ainda o registro de trovões. Nas redes sociais, diversas pessoas relataram os fenômenos naturais.

“Danado de tranto trovão é esse em Natal? Acordei 2x no susto com o barulho desse dilúvio”, relatou uma pessoa. “E esse trovão em Natal? Que bom dia”, pontuou outro.

Postado em 27 de janeiro de 2022

Policiais civis do RN e servidores da Sesed decidem suspender paralisação

Em Assembleia Geral realizada nesta noite desta última terça-feira (25), os civis e servidores da Segurança Pública foram encarregados de suspender a paralisação das atividades realizadas pela manhã. A decisão foi tomada após uma reunião com o Governo do Rio Grande do Norte durante a tarde.

“A categoria uma resposta à proposta que foi apresentada pelo Sindicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte (Sinpol-RN) ainda em novembro de 2021 em relação ao ADTS dos policiais civis. Nesta tarde, os representantes do Comitê Gestor do Governo afirmaram que não tinham conhecimento da proposta. Ou seja, buscou-se várias vezes, Sinpol o sindicato, tendo procurado o presidente do mesmo, Sinpol-RN, o que foi proposto, o presidente do Sinpol-RN, Edilza, mesmo que não seja executivo e o sindicato, tendo expressado o presidente seja o mesmo executivo.

“Somente na reunião desta tarde que o Comitê Gestor disse que vai analisar e decidir uma solução baseada na proposta, remarcando uma reunião para a próxima proposta (31), para nos dar uma-feira. Dessa forma, o que foi apresentado com o complemento do Executivo e a proposta será discutido por nós”, que apresentamos o complemento para a proposta que será apresentado a nós”, disse.

Contudo, decidiu-se a categoria se manter em assembleia permanente, remarcando um novo encontro para a próxima segunda-feira, em frente à Governadoria, a partir das 14h. “A paralisação foi suspensa mas a mobilização continua. Os funcionários não vão aceitar nenhuma redução de salário e possibilidade que venham a prejudicar os direitos da categoria. Por isso, esperamos que o Governo leve em consideração o que foi a melhor solução pelo Sinpol-RN, em conjunto com a Assesp-RN, e encontre uma solução para nossos problemas destacados”, Edilza Faustino.

Sobre os servidores da, que lutam pelo Plano de Cargos, Carreira e Remuneração, também foi deliberado pela suspensão da segurança da paralisação deles. O Sinpol-RN informou que vai buscar o Gabine Civil para tratar.

O Governo do Estado informou que, durante uma reunião realizada nessa-feira, anunciou que vai estudar uma alternativa para uma possível perda de 35% na remuneração. Segundo o Estado, este pode ser prestado pelo Ministério Público Estadual devido à ação judicial movida no pagamento do tempo de serviço das categorias.

“A determinação da governadora Fátima Bezerra é qualquer perda salarial aos servidores”, disse o Controlador-Geral do Estado, Pedro Lopes. Ele acrescentou que o Estado vai buscar a solução jurídica e administrativa possível para evitar qualquer prejuízo às categorias e voltará a reunir na próxima-feira (31) com as categorias para apresentar uma proposta.

A reunião na sede da Governadoria ocorreu de forma presencial e remota. O Governador-geral foi planejado pelos Procuradoria pelos colaboradores do Comitê de Secretário de Aldemir Freire, Aldemir Freire, Estado em Procurado pelo Procurador, Procuradoria-Geral do Estado, Procurado pelo Procurador, José Duna e procurador João Carlos, e Gabine depoimento pela assessora especial do Governo Luciana Daltro.

“Vamos encontrar uma solução, com o melhor de encontrar uma solução que não deve haver. Isso é solução. Agora falta definir uma forma. O Governo mantém o estudo, vai analisar os servidores e seguir o diálogo”, afirmando em Luciana Daltro .

Postado em 26 de janeiro de 2022

Fiart abre sua 27ª edição na sexta-feira seguindo protocolos de segurança sanitária

A organização da 27ª Edição da FIART garantiu que a realização da feira está mantida durante o período de 28 de janeiro a 06 de janeiro, das 16h às 22h, no Centro de Convenções de Natal.

A Prefeitura do Natal de Natalou por medidas preventivas de contenção à Covid-19 e liberou a realização de eventos, desde que garantam o cumprimento de normas sociais e medidas preventivas de distanciamento ao uso de máscaras. 

A FIART segue as orientações da Organização Mundial de Saúde, com uso obrigatório de máscara; higienize as mãos com álcool 70; orientando para manter distanciamento, conforme decretos municipais e estaduais, obrigando que todos os expositores, equipe e visitantes que apresentem no credenciamento o comprovante de vacina seguindo o Plano Nacional de Imunização (PNI).

Programação Cultural
A Programação da Fiart é um atrativo cultural que encanta os visitantes e este outro terá mais de 1.400 participantes distribuídos em novos tipos de apresentações culturais. Durante todos os dias da feira, várias atrações serão apresentadas a partir das 17h, como Cortejo de abertura com trios de Frró e grupos percussivos (como Folia de Rua, Pau e Lata e Nação Zamberacatu). Às 18h temos a Literatura de Cordel, com recitação de diversos poetas sob a coordenação de Leidson Felix e Casa do Cordel. A programação segue às 19h com a Mostra de Cultura: palco aberto para a Palhaçaria com apresentações de palhaças do RN e de diversos locais do Brasil. A dança grupos como a Shaman Tribal, manifestações Folclóricas, João Redondo, rabequeiro Caio Padilha) também fazem parte. Às 20h tem início o Show (artistas confirmados: Deusa do Forró, Lene Macedo, Samara Alves, Frevo do Chico). Além disso, teremos o Festival Parafolclore, de 02 a 05 de fevereiro, sempre das 18h às 20h30. Imperdível!

Mais informações no site www.fiart.com.br

Postado em 26 de janeiro de 2022

Com rede de saúde sobrecarregada, MPRN pede que Governo suspenda eventos de massa no RN

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e a Defensoria Público do RN estão pedindo ao Judiciário que determine ao Governo do Estado que proíba grandes eventos de massa. Para isso, o Estado deverá alterar decreto estadual que entrou em vigência na última sexta-feira (21). De acordo com os órgãos, a medida visa o enfrentamento da variante Ômicron, que possui uma alta taxa de transmissibilidade, seguindo uma orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A ação civil pública (ACP) requer que o Estado cancele todas as autorizações para a realização de shows com grande público, sejam em locais abertos ou fechados. E ainda que o Judiciário obrigue o Estado a se abster de conceder novas autorizações para shows de massa e congêneres em todo o território potiguar, assim como a suspender tais eventos, até que ocorra novo controle da transmissibilidade do coronavírus no RN. Ou seja, até que a pandemia volte a atingir os patamares de contágio alcançados em novembro e dezembro de 2021.

Na análise feita pelas duas instituições, houve omissão do Estado ao editar o decreto, uma vez que o Comitê de Especialistas da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) havia alertado (por meio da Recomendação n. 33) a não realização desses tipos de eventos dada a realidade de risco iminente de colapso do sistema de saúde.

No último dia 17, data em que foi publicado o decreto, houve uma reunião com o MPRN, o Gabinete Civil, a Sesap, a Defensoria Pública Estadual e os Ministérios Públicos Federal e do Trabalho, além de representantes da Federação de Municípios do RN (Fermurn), cujo objetivo foi discutir e deliberar acerca da recomendação do Comitê Científico. Na ocasião os representantes do MPRN e da Defensoria Pública defenderam a proibição de eventos de massa, o que não foi acatado pelo Governo.

Ainda de acordo com as instituições, as medidas impostas pelo Estado do RN até o momento, apesar de serem importantes para a atividade econômica local, uma vez que buscam preservar o setor de promoção de eventos, são insuficientes para reduzir os índices da Covid-19. “Eventos de massa públicos ou privados possuem aptidão para amplificar a transmissão do vírus, já que grandes aglomerações são identificados como eventos super-espalhadores”, acrescenta. 

Além disso, ressalta-se que a elevada transmissão da Ômicron aumenta exponencialmente o risco do surgimento de novas variantes, que dificultam o encerramento da pandemia.

Situação dos leitos

Sobre a situação dos leitos, o estado potiguar segue com a taxa de ocupação geral dos leitos críticos superior a 60%. Segundo o Regula RN, plataforma que monitora a ocupação dos leitos no território potiguar, esse percentual está, no momento, em 65,1%. Especificando por região, esse índice se apresenta da seguinte forma: metropolitana (68%), oeste (60%) e seridó (64,3%). 

Ainda de acordo com o RegulaRN, esse cenário de ocupação representa um total de 219 pessoas internadas. Desse total, 161 tratam a covid-19, sendo 84 em leitos críticos e 77 em leitos clínicos. Enquanto isso, 58 estão internados tratando outras patologias, sendo 20 em leitos críticos e 38 em leitos clínicos.

Postado em 25 de janeiro de 2022

Ufersa suspende atividades presenciais após surto de gripe e covid-19

Em decorrência do aumento de casos de Covid-19 e Gripe, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) decidiu suspender as atividades presenciais durante toda esta semana. Desta forma, a partir desta segunda-feira (24) até a próxima segunda-feira (31), o trabalho será desenvolvido em formato remoto.

Com relação às atividades de pesquisas, a recomendação é para que aconteçam apenas aquelas que necessitem impreterivelmente de forma presencial, como por exemplo, o setor de alimentação dos animais e atendimento interno e urgências do Hospital Veterinário, bem como do atendimento do Ambulatório de Medicina. A instituição de ensino ainda recomenda que o máximo de atividades aconteça de forma remota, evitando, desta forma, o contato de pessoas e a consequente proliferação de contágios.

A decisão foi tomada após a testagem positiva de alguns servidores que estavam no trabalho presencial. A reitora, professora Ludimilla Oliveira, anunciou testagem positiva para a Covid-19 no último sábado, dia 22, tendo que adiar para o dia 5 de fevereiro, viagem internacional para Eslováquia, onde passará férias.

A suspensão não inclui as áreas de manutenção, engenharia, limpeza, vigilância, almoxarifes, recepcionistas, motoristas, tradutor, intérprete de Libras, auxiliar de enfermagem, designer gráfico e técnico em automação.

Postado em 25 de janeiro de 2022

Mais de 680 mil potiguares estão com 3ª dose da vacina contra a Covid atrasada

O Rio Grande do Norte tem 682 mil pessoas com a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 atrasada, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (24) pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Lais/UFRN).

São exatamente 682.899 pessoas que poderiam ter tomado a 3ª dose, mas não compareceram aos postos de saúde para receber a vacina. A maioria está em Natal – onde 188 mil pessoas não deram sequência à imunização.

No grupo dos atrasados para a 3ª dose, estão idosos com mais de 60 anos que receberam a 2ª dose há mais de três meses, adultos com mais de 18 anos que receberam a 2ª dose há mais de quatro meses e imunossuprimidos que tomaram a D2 há mais de 28 dias.

Portal 98 FM

Postado em 25 de janeiro de 2022